Home > Dicas Intermediárias, Especial > YCS 150 Pós-Duelo: Qual card de Almas Cruzadas deu a volta por cima?

YCS 150 Pós-Duelo: Qual card de Almas Cruzadas deu a volta por cima?

June 2nd, 2015

A análise de todos os mais de 1760 Decks que participaram do 150º YCS que aconteceu em Columbus ainda não está pronta, então eu não posso dizer quais foram os cards mais impactantes de Almas Cruzadas. A análise dos 32 Top Decks, por outro lado está pronta, então posso dizer quais foram os cards top 5 de Almas Cruzadas de maior sucesso neste fim de semana de YCS! Eles são classificados com base em quantas cópias de cada estão inclusos dentro deste Top 32, e apenas por diversão vou compará-los à minha lista de suposições sobre quais seriam os cards de maior impacto que fiz antes do evento acontecer.

Ao todo, 10 cards de Almas Cruzadas foram representados no Top 32 do evento, muitos dos quais apareceram em várias diferentes estratégias, ao invés de estarem atrelados a um único Deck. Aqui estão os top cinco cards de Almas Cruzadas que levaram os Duelistas ao Top 32 do 150º YCS!

untitled

  1. Ogro Fantasma & Coelho da Neve

Este me surpreendeu um pouco. Eu esperava ver muito mais Ogro Fantasma & Coelho da Neve devido as suas múltiplas funções e sua habilidade de usar seu efeito estando na sua mão durante o turno de qualquer Duelista. Combine isso com o ressurgimento dos Qliphorts, que Ogro Fantasma & Coelho da Neve tem uma grande vantagem como rival, e verá que é chocante ele estar em 5º lugar nesta lista. Agora que mais Duelistas estão cientes de que os Qliphorts ainda são uma estratégia legítima, eu realmente espero ver mais Ogro Fantasma & Coelho da Neve na temporada WCQ.

untitled

  1. Perder 1 Turno

Como mencionei acima, os Qliphorts ainda são uma estratégia legítima, e grande parte disso se deve a eles poderem usar Perder 1 Turno sem tomar nenhuma penalidade. Realmente não importa que seus monstros Invocados por Invocação-Especial fiquem em posição de defesa, porque você provavelmente vai usar a Invocação-Pêndulo para pegar Tributos e Invocar por Invocação-Tributo o Qliphort Furtivo. Eu me pergunto se nós vamos começar a ver mais estratégias especializadas nos Qliphorts que façam uso de múltiplas cópias do Qliphort Monolito, para tirar vantagem de seu status de 2400 de ATK, sendo um Monstro Normal…

untitled

  1. Pirraça do Demônio

Este com certeza é uma surpresa. Eu não esperava que o Abismo Ardente voltasse com força aos Duelos pelo menos até o WCQ da América do Norte. É definitivamente um Deck que eu imaginei que as pessoas iriam parar para pensar por um mês, para que pudessem analisar os resultados e as tendências do que aconteceu em Columbus para só então conquistar os WCQs. Ao invés disso, eles mostraram sua força em Columbus, geralmente usando várias cópias de Pirraça do Demônio, que funciona como uma junção de Enterro Tolo e um pseudo-Transmigration Prophecy para interferir no Cemitério do oponente. É válido fazer as menções honrosas para Barbar, Malebranche do Abismo Ardente e Draghig, Malebranche do Abismo Ardente que também fizeram parte do TOP 32, mas não no mesmo nível que Pirraça do Demônio.

untitled

  1. Ciclone das Galáxias

Para ser honesto, eu não estava esperando ver muitos Ciclone das Galáxias até o meio do verão, mas estou feliz que ele tenha sido um sucesso desde já! Normalmente leva algum tempo até os Duelistas acostumarem-se a cards com funções similares ao Tufão Espacial Místico, e com a tendência de usar o Tufão Espacial Místico no Deck Principal ganhando força, achei que o Ciclone das Galáxias poderia não aparecer tanto assim. Mas ele apareceu e fez um bom trabalho em diferentes estratégias para vários Duelistas neste fim de semana! Minha maneira favorita de ver o Ciclone das Galáxias em ação foi como ele estava sendo usado com Abismo Ardente. Você pode usá-lo quando julgar necessário, ou quando o enviar ao Cemitério junto com Dante, Viajante do Abismo Ardente e usar seu efeito a partir do Cemitério, fazendo deste um card versátil e bastante útil que você precisa ter! Ele também foi utilizado em ambos os Decks Principais e/ou Decks Auxiliares de vários Decks Necroz.

untitled

  1. Cavaleirostrela Ptolemaeus

Escrevi antes do evento dizendo que os Sombranecos estariam prestes a bater de cara com a parede, mas ainda assim fiquei chocado ao descobrir que essa parede também foi reforçada com titânio. Os Sombranecos foram muito populares no fim de semana, mas nenhum Deck Sombraneco chegou ao Top 32. A razão pela qual foram tão populares é que eles eram um oponente a altura dos Necroz, o mais popular e bem sucedido Deck do fim de semana. Mas eles realmente foram um oponente a altura? Você pode realmente dizer que está à altura de enfrentar um Deck e que pode surpreendê-lo a qualquer momento com apenas 2 monstros de Nível 4 em campo? Imagino que você não possa, e até os Duelistas de Sombranecos encontrarem uma maneira de contornar Cavaleirostrela Ptolemaeus e Cavaleirostelar Constelar Diamante que seja tão viável como, e fácil de Invocar como o Diamante, eles continuarão sofrendo.

Então, como esta lista pode se comparar a minha lista de cards que eu esperava serem capazes de causar impacto? Bem, elas não ficaram tão parecidas, e tenho consciência de que Besta Espiritual Ulti-Gaiapeleão teve um impacto muito maior no evento como um todo do que no Top 32, mas, no final, 3 dos 5 cards da minha primeira lista também estão aqui, só que não na mesma ordem.

Cavaleirostrela Ptolemaeus sem dúvida alguma roubou a cena, enquanto houveram menos Decks baseados em Perder 1 Turno do que eu esperava. A influência e popularidade do Ogro Fantasma & Coelho da Neve provavelmente irá aumentar a medida que mais Duelistas entendam o que ele proporciona e como ele funciona. Ciclone das Galáxias fez sua estreia muito mais cedo do que eu imaginava, mas me parece que os Duelistas ainda precisam dominar as complexidades do Oráculo de Zefra, ou apenas abandonar a parte da complexidade e usá-lo em Decks Cavaleirost’ para buscar monstros poderosos, remoções, ou por sua habilidade de usar toda sua mão à vontade. A Pirraça do Demônio estava no meu Top 5 de cards e poderia ter ficado no 5º lugar da minha primeira lista (acabou ficando em 8ª depois), mas ainda assim superou minhas expectativas e foi uma surpresa muito agradável.

untitled

Dragão Sincro de Asas Transparentes teria ficado em 6º na minha lista inicial, e apesar de não termos cópias suficientes para representá-lo nesta lista, é animador ver que ele fez o suficiente para estar no Top 32. O número de Duelistas que usam Invocação-Sincro tem diminuído ultimamente, o que é difícil de entender sabendo que os Monstros Sincro nunca deixaram de ser ótimos monstros e estão sempre melhorando, assim como os Reguladores. Talvez os usuários de Sincro estejam apenas ganhando tempo, esperando o momento perfeito para atacar?

Então é aqui que chegamos com o final do 150º YCS. Almas Cruzadas realizou um feito considerável dentro do Top 32 deste evento com 10 diferentes cards representados – um número realmente grande se você considerar que metade destes cards podem ser usados em qualquer Deck e apenas um dos 10, Zefrasabre, o Mestre da Espada de Necroz pertence a um novo tema de Deck.

O WCQ da América Central acontecerá no final de semana de 19 de Junho. O WCQ Norte Americano será o próximo, uma semana depois, e nós estaremos transmitindo ao vivo de Nashville. Uma semana depois disso, o Campeonato Europeu será em Dublin, e o WCQ da América do Sul irá acontecer em sequência. Em breve, Pacote de Duelista: Batalha da Cidade será lançado e teremos pelo menos 1 novo card que irá agitar um pouco os Duelos. Maiores detalhes depois! Por enquanto, você pode assistir os replays da nossa transmissão dos Duelos em Columbus em nosso canal oficial no YouTube. Boa sorte a todos que estão se preparando para o Campeonato Mundial!

 

Escrito por: Jerome McHale